Verso do dia

O Verso de hoje

"Ninguém pode servir dois senhores; pois ou ele odiará um e amará o outro, ou então será leal a um e desprezará o outro. Não se pode servir a Deus e aos mamões".

Mateus 6:24 NKJV

Devoção

No nosso verso de hoje Jesus faz uso da relação senhor/escravo como uma analogia para a relação de deus/pessoa. Tal como é impossível para um escravo servir dois senhores diferentes, também é impossível para uma pessoa servir dois deuses diferentes. Isto porque mestres diferentes têm exigências diferentes; um escravo, em última análise, será forçado a colocar os interesses de um mestre sobre os do outro. Da mesma forma, deuses diferentes têm exigências diferentes; uma pessoa, em última análise, será forçada a colocar os interesses de um deus sobre os interesses do outro.

Em que base, então, um escravo tomará a sua decisão? Jesus diz que a tomará com base no amor e no ódio. O senhor que um escravo ama e é leal receberá o serviço e a obediência do escravo, mas o senhor que um escravo odeia e despreza não receberá o serviço e a obediência do escravo. Assim também, o deus que uma pessoa ama e é leal receberá o serviço e a obediência da pessoa, mas o deus que uma pessoa odeia e despreza não receberá o serviço e a obediência da pessoa.

Por conseguinte, tudo depende do amor e do ódio. Quando se trata de um deus, é sempre uma questão de amor ou ódio. Não há meio-termo. Isto é porque amar um deus é fazê-lo primeiro na sua vida. Por necessidade, então, será forçado a odiar todos os outros deuses, ignorando as suas exigências e interesses. O que faz primeiro na sua vida torna-se de facto o primeiro na sua vida. Todos os outros deuses são odiados e desprezados em comparação.

Jesus continua a usar a analogia do seu mestre/escravo num caso específico. Uma vez que se deve decidir entre mestres e, por analogia, uma vez que se deve decidir entre deuses, também se deve decidir entre o Deus da Bíblia e o deus do mamom (isto é, riqueza e posses). Não se pode servir a ambos. Não se pode viver para o Deus da Bíblia e viver para a aquisição de mamão ao mesmo tempo. É preciso tomar uma decisão. Tem de decidir qual vem primeiro.

Hoje, então, faça a si próprio esta pergunta: "O que vem primeiro para mim?"